sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Sala de Recursos–Educação Especial–Atividades de Estimulação do Desenvolvimento Cognitivo

     aee     Há aspectos que são fundamentais na estimulação do Desenvolvimento Cognitivo de alunos com necessidades educacionais especiais que podem ser trabalhados nos atendimentos especializados. Lembrando que o papel desempenhado pelo professor em sala de aula deve permanecer distinto e indispensável quando o aluno vai receber o apoio do professor especializado, a não ser em Salas Especiais em que o professor deve trabalhar a estimulação cognitiva quanto os conteúdos programáticos, assim como pode recorrer ao apoio de outros profissionais como psicólogo, fonoaudiólogo, fisioterapeuta etc. em nenhum dos casos o professor regente deve transferir para os especialistas a responsabilidade de sua ação e mediação docente.

Desenvolvimento Cognitivo e Sugestões de Atividades
Objetivos:
Estimular o desenvolvimento cognitivo do aluno para que possa adquirir habilidades de percepção:

  • De si mesmo e do outro;
  • Perceber estímulos ambientais como conhecimentos indispensáveis à sobrevivência e á independência pessoal;
  • Interação com objetos através da ação motora;
  • Expressão clara do pensamento.

Conteúdos
Autopercepção e percepção do outro (domínio do esquema corporal).
Percepção Visual, Auditiva, Tátil, Gustativa e Olfativa.
Condições Importantes para as Atividades

  1. Iniciar pelos estímulos mais agradáveis e significativos para o aluno.
  2. Ambiente tranquilo.
  3. Variar os estímulos pela forma, cor, tamanho e complexidade.
  4. Adequar os estímulos à faixa etária e necessidades especiais.

Autopercepção através de estímulos sensoriais:
clip_image001clip_image002

Confeccionar uma caixa “Brinque e Separe” (veja a lista do que pode estar na caixa, abaixo) e use os materiais que podem ser usados como estímulos táteis de diferentes texturas (selecionados pelo professor), com o uso ou não do espelho, para que o aluno possa sentir, tocando, massageando o próprio corpo.
Exemplos de materiais que podem estar na caixa que os alunos poderão usar de forma lúdica, divertida e prazerosa:

  • Batons de variadas cores.
  • Lápis de olho de cores variadas, que podem ser usados para pintar e desenhar o corpo, (trabalhando o esquema corporal começando pelo pé).
  • Perfume. clip_image003
  • Creme hidratante para massagem (massagear o corpo: o professor faz a massagem em um braço, por exemplo, e pede que o aluno faça no outro, nas pernas, nas mãos, no rosto: sempre nomeando as partes do corpo e incentivando os sentidos – “veja como é bom!”).
  •  

clip_image004

  • Tinta atóxica e antialérgica para pintar o rosto e as mãos.
  • * O professor deve estar atento para adaptar as atividades ás suas dificuldades assim como as suas apreciações. Um exemplo: o aluno não apreciar algumas formas de toque.

Outras atividades:
Cantar musica com comandos para toca no corpo, nomeando estas partes:
Usar os espelhos e tocar as partes do corpo, solicitadas pelo professor.·.
Rolar sobre um colchonete, no chão, na grama ou no parquinho de areia; para esquerda, para direita;
clip_image005
Arrastar no chão, tapete ou esteira, sentindo a barriga: peixinho nadando (imitar outros animais). clip_image006
Empurrar com as mãos, chutar objetos.
Subir e descer escada.
Lista de objetos que podem ser usados na caixa “Brinque e Separe”
Sugestões: pode usar apenas uma caixa para ser usados em várias atividades de estimulações específicas, como daremos sugestões em outras postagens, e pode usar três caixas, uma com todo o material e outra para atividade de separar, conhecendo, identificando e separando em divisórias, de acordo com o uso que o professor vai pedir que o aluno faça: como classificação, seriação e quantificação, ou apenas brinquedos, utensílios, materiais escolares etc. também com objetivos definidos de estimulação, veja como construir este material:
Caixa “Brinque e Separe”

  1. Três caixas (grande média e pequena)
  2. 16 formas geométricas: 04 triângulos, 04 quadrados, 04 círculos, 04 retângulos.
  3. Além dos materiais citados acima para estimulação do domínio do esquema corporal – autopercepção e percepção do outro, veja:
  4. Balões variados, tamanhos e cores.
  5. Papel celefone, várias cores.
  6. Tecidos diversos de cores variadas (cetim, algodão, lã, seda etc.).
  7. Perucas.
  8. Pompom coloridos.
  9. Meia fina.
  10. Lanterna.
  11. Potes pequenos com: açúcar, sal, sal e alho, leite em pó, pacote de gelatina, chocolate granulado.
  12. Bonecos e bonecas: tamanhos variados.
  13. Carrinhos, tamanhos e modelos variados.
  14. Miniaturas de móveis e utensílios domésticos.
  15. Tampinhas de várias cores e a tamanhos.
  16. Embalagens pequenas de produtos de conhecimento uso e dos alunos (sabonete, sabão em pó, caixa de leite, alimentos, doces etc.).
  17. Prendedores de roupa.
  18. Tampas e roscas.
  19. Brinquedos de encaixe, por exemplos peças de Lego.
  20. Fantoches.
  21. Blocos de madeira coloridos com formas geométricas.
  22. Tênis infantil com acordoado.
  23. Boneco móvel desmontável.
  24. Palitos de picolé.
  25. Quebra cabeça EVA – peças grandes – com e sem encaixe.
  26. Jogos da memória.
  27. Objetos sonoros: pandeiro, pianinho, viola, chocalhos, toca-CD.
  28. Objetos com várias texturas: bolsas com gel ( frio), lixa, papel micro-ondulado,etc. palha de aço ( de uso doméstico).

Nas postagens seguintes que estaremos divulgando sobre outros aspectos de desenvolvimento pela estimulação, estaremos sugerindo atividades e materiais da Caixa e as especificações que cada atividade facilita.
Por: Júlia Virginia de Moura – Pedagoga
Fonte de Pesquisa:
Antunes, Celso – Jogos para Estimulação das Múltiplas inteligências.
Fonseca, V. – Educação Especial: Programa de Estimulação Precoce.

3 comentários:

  1. Olá, mais uma fiquei estou encantada com o artigo que acabei de ler. Os três estilos de aprendizagem, muito obrigada, farei do teste um instrumento de averiguação já segunda- feira. Um bom final de semna, um beijo no coração. Ana Lima.

    ResponderExcluir

  2. Ana Lima
    Quantas queixas a gente recebe na Equipe Multidisciplinar de alunos com dificuldades de aprendizagem... mas quando a gente sabe como os alunos aprendem o nosso trabalho fica mais fácil. O teste dos estilos de aprendizagem ajuda muito. Obrigada pela visita e volte outras vezes.
    Abraços
    Júlia

    ResponderExcluir

Não seja apenas um visitante que busca artigos interessantes, atividades que podem ser usadas em sua sala de aula. Deixe seu comentário.Uma sugestão. E o mais importante contribua com suas ideias, práticas e experiências de sucesso.Enriqueça este espaço, sem a sua participação, não haverá sucesso. E volte sempre.Obrigada