sábado, 15 de junho de 2013

Sugestões de Atividades – Leitura, Escrita, Raciocínio Lógico–3º Ano e Educação Inclusiva

   DSC06368            Estas Sugestões de  Atividade para turmas de 3º Anos e Educação Inclusiva – Construção da Escrita e Leitura, Avanço nas hipóteses da Psicogenética, através de Atividades Significativas  - fez parte de uma série de Oficinas de Formação Continuada para Professores, na Escola onde trabalho como Pedagoga. Oficinas na V Coordenação Coletiva Especial – Veja tudo no blog da Escola clicando > Aqui .  

     A alfabetização sendo reconhecida como um processo que pode  acontecer de forma natural quando é mediada, pelo professor, dentro das vivências do aluno, e ele   percebe que ler e escrever são ações que estão associadas as atividades do seu dia a dia. Por exemplo: ler a letra de uma música, o título do desenho animado,da novela infantil da TV,  que são de sua preferência: endereço de sua casa, a linha de ônibus que usa para se transportar para escola e outros locais, dentro da própria escola: murais,cartazes, número nas portas da sala de aula, o nome da escola na fachada, dentre outros. De onde se conclui que ler e escrever precisa ter significado para o aluno.

     Identificar as atividades do cotidiano dos alunos, seja realizando um passeio pela comunidade ou provocando a expressão de suas preferências, para que eles sinalizem onde estão seus interesses em aprender a ler e escrever:supermaia eixo

via

images

carr placas

cep ec02

mapa

       O documento de identidade da criança contem uma riqueza de informações textuais: palavras, de pessoas, locais, (uso de letras maiúsculas e minúsculas), números (que podem ser trabalhados: orientação espaço/temporal, noções de maior e menor, mais e menos, gráficos, relação de quantidades, desenvolvimento do pensamento lógico matemático (construção de situações problemas orais ou registrados, fatos fundamentais de adição e subtração) dentre outros.

cart certi ´

ident

             Outra prática  muito importante que foi proposta nesta oficina, é a leitura diária que o professor deve tornar uma hábito: sempre lê alguma coisa significativa como:

  • notícias em jornais (notícias de interesse geral, como a Copa das Confederações tão atual), sobre o clima na região (o frio excessivo, falando das estações do ano), artigos de programas sociais como o “desarmamento infantil”;

  • um conto da literatura infantil;

  • um bilhete que vai para os pais sobre assuntos da escola;

  • um resumo do capítulo do dia anterior da novelinha que estão assistindo (provocando comentários), atualmente, a novela Carrossel;

  • uma poesia, uma anedota, uma adivinhação, um trava-línguas…

       Essa diversidade de leituras feitas pelo professor vão, naturalmente, fazer com que a turminha perceba que tudo que se vê, se fala, ou se ouve, pode ser escrito e lido, e que é importante estar registrado pela escrita porque sempre se pode rever e informar.

      Dessas informações escritas e lidas em sala de aula, tirar palavras, frases e textos, usando o alfabeto móvel, desenvolver a construção da escrita e da leitura, com  as letras e sua sonorização(fonemas e grafemas), quantidades de letras, de sílabas ( usando o jogo da boquinha) para formar o pensamento silábico, do silábico ao alfabético, ao ortográfico gradativamente. Trabalhando em grupos e individualmente, provocando descobertas e construções.  Usando muito material impresso, imagens, com produções coletivas de textos, os mais diversos, mostrando a organização do texto: relatos de acontecimentos, recontos, receitas culinárias e etc..

DSC05786 DSC05789 DSC05793

Sempre deixando para o aluno as descobertas através de provocações e conflitos,através das mais diversas formas de gêneros textuais: letras, palavras, frases, textos, raciocínio lógico matemático… favorecendo meios da discriminação entre letras e números, quando as letras representam nomes e os números quantidades, são as inúmeras formas de promover uma alfabetização em que os alunos vão sentir a  importância e o prazer  de se estar na escola e não uma obrigatoriedade imposta ora pelos pais, ora pelos professores quando fazem leitura diária, passam atividades no quadro giz ou no caderno. Assim acontece a alfabetização.

     Veja em outra postagem sugestões dadas,nesta oficina, de brincadeiras e jogos, como: Segredinho, Passar a Palavra (parodiando o Passar o Anel),Histórias Malucas,que estimulam a construção da escrita e a leitura, de onde o professor pode retirar atividades pedagógicas práticas.

Esta Oficina foi apresentada aos professores das turmas de 1º ao 5º Anos que deverão adequar as sugestões de acordo com o nível: conteúdos curriculares, competências e habilidades das turmas.

Leia sobre a V Coordenação Coletiva Especial – Oficinas de Formação Continuada aos Professores – Escola Classe 02 do Arapoanga – clicando  > Aqui.

     Por:  Júlia Virginia de Moura – Pedagoga

Um comentário:

  1. Eu fazia muito com meus alunos de classe da alfabetização a atividade de adivinhar a palavra escondida, els vibravam e isso facilitou muito a parte de leitura dos alunos. Isso dá muito certo.

    ResponderExcluir

Não seja apenas um visitante que busca artigos interessantes, atividades que podem ser usadas em sua sala de aula. Deixe seu comentário.Uma sugestão. E o mais importante contribua com suas ideias, práticas e experiências de sucesso.Enriqueça este espaço, sem a sua participação, não haverá sucesso. E volte sempre.Obrigada